Notícias

Pesquisadora da Unicamp recebe prêmio internacional por estudo sobre a extinção de anfíbios

Karoline Ceron foi homenageada com o Ecology Letters Early Career Researcher Award. Trabalho analisou como a extinção de sapos, rãs e pererecas causada por mudanças no clima e no uso do solo impacta diferentes facetas da diversidade

Agência Fapesp·
17 de janeiro de 2024

Karoline Ceron, pesquisadora do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (IB-Unicamp) e bolsista de pós-doutorado da FAPESP, recebeu o Ecology Letters Early Career Researcher Award pelo artigo “Decoupled responses of biodiversity facets driven from anuran vulnerability to climate and land-use changes”.

Publicado na revista Ecology Letters – um fórum para divulgação rápida de pesquisas inovadoras em ecologia –, o artigo abordou a pesquisa de Ceron, que analisa como diferentes facetas da diversidade se comportam frente à extinção de anfíbios anuros (sapos, rãs e pererecas) provocada pela mudança climática e de uso do solo. Entre as facetas estudadas estão a funcional (relativa à “função” da espécie para o ecossistema), a filogenética (medida que incorpora as relações filogenéticas entre as espécies) e a de interação (relativa ao conjunto de espécies animais ou vegetais que coexistem e se relacionam entre si por meio de uma rede de interações).

O grupo de Ceron descobriu que a diversidade funcional pode não representar os serviços ecossistêmicos de forma acurada. Os cientistas examinaram como a extinção, impulsionada pelas mudanças climáticas e de uso da terra, pode afetar as diferentes formas de medir a diversidade, combinando dados empíricos de redes de interação entre anfíbios e suas presas, modelagem de distribuição de espécies e simulações de extinção.

Karoline Ceron é bolsista de pós-doutorado da FAPESP. Foto: acervo pessoal.

O estudo coletou dados de mais de 1.500 espécimes de anfíbios anuros em locais que representam quatro ecorregiões: a Mata Atlântica, o Cerrado, o Chaco e o Pantanal. Os autores usaram esses dados para prever a distribuição futura dos anuros em um cenário de mudança climática e de uso do solo.

Os resultados mostram que a resposta da diversidade funcional, filogenética evolutiva e de interações à extinção é diferente. Embora as redes de interação entre anfíbios e suas presas sejam robustas à extinção, os efeitos sobre a diversidade de interações foram mais fortes do que aqueles sobre a diversidade funcional e filogenética.

Segundo Ceron, o estudo destaca a necessidade de considerar várias dimensões da biodiversidade na avaliação dos efeitos das mudanças climáticas e de uso da terra na diversidade de espécies e na promoção de estratégias de conservação mais eficazes. Além disso, os resultados têm implicações para o monitoramento da biodiversidade, destacando a importância de monitorar e preservar a diversidade de interações entre espécies para manter a funcionalidade dos ecossistemas.

O Ecology Letters Early Career Researcher Award reconhece notáveis contribuições feitas por pesquisadores em início de carreira. “O prêmio trará grande visibilidade ao artigo, uma vez que ele fica gratuito para ler on-line no site da revista. Até o momento, sou a única brasileira contemplada”, destaca à Agência FAPESP

O artigo Decoupled responses of biodiversity facets driven from anuran vulnerability to climate and land-use changes pode ser lido em: https://www.hdwzyy.com.

  • Gem Saviour

    Agência Fapesp

    Agência de notícias eletrônica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

Leia também

Reportagens
31 de julho de 2023

Brasileiros avançam em competição de tecnologia para monitorar a biodiversidade

O time vencedor da XPrize Rainforest irá ganhar 10 milhões de dólares para implementar tecnologia que acelere levantamentos de biodiversidade em florestas tropicais

Notícias
4 de agosto de 2023

Guarda-parque brasileira de Abrolhos ganha prêmio internacional da IUCN

Com mais da metade da vida dedicada ao parque nacional marinho, a brasileira Bernadete Barbosa é uma das reconhecidas em prêmio internacional da IUCN à guarda-parques no mundo

Notícias
29 de abril de 2020

Pesquisadoras brasileiras ganham prêmio internacional de conservação ambiental

Trabalhos de pesquisa e conservação com a anta brasileira, por Patrícia Medici, e com o mico-leão-preto, por Gabriela Rezende, ganham prêmios do Whitley Award

Mais de Gem Saviour

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.