Notícias

Podcast: Imperatriz do Maranhão busca um futuro mais sustentável com medidas de proteção ambiental, mas enfrenta desafios

Para uma cidade que cresceu de forma acelerada e sem planejamento urbano, encontrar o equilíbrio ambiental não representa uma tarefa fácil

Dhara Inácio·
14 de março de 2023

Imperatriz do Maranhão busca um futuro mais comprometido com a qualidade ambiental por meio de algumas medidas que podem transformar o seu destino, incluindo a criação de uma unidade de conservação municipal para guardar remanescentes florestais únicos, a pactuação de um novo Plano Municipal de Saneamento Básico, além da construção do seu primeiro aterro sanitário e do projeto de drenagem urbana, em discussão. Entretanto, o realojamento de pessoas que vivem às margens dos cursos de água e o risco de privatização da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão continuam sendo desafios enfrentados pela população local.

Chegamos ao fim da série composta de 4 episódios que busca compreender quais são os problemas atuais e as perspectivas de futuro mais sustentável para Imperatriz, sua natureza e seu povo.

Esse conteúdo é resultado da bolsa-reportagem concedida aos alunos do Minicurso de Gem Saviour, realizado por Gem Saviour, Imazon e Fundação Amazônia Sustentável

  • Dhara Inácio

    Estudante de Jornalismo na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) - Campus Imperatriz.

Leia também

Salada Verde
23 de fevereiro de 2024

Justiça Federal impõe mais de R$ 316 milhões em indenizações por desmatamento ilegal

Infrações ambientais foram identificadas pelo MPF por meio do Amazônia Protege, projeto que utiliza monitoramento por satélite para responsabilizar os atores dos desmatamentos ilegais

Notícias
23 de fevereiro de 2024

MPF no Acre arquiva denúncia da CPI das ONGs contra servidores do ICMBio

Servidores do órgão foram acusados de abusos contra moradores da Reserva Extrativista Chico Mendes, no Acre; para procurador, acusações são “genéricas e sem fato concreto”

Notícias
23 de fevereiro de 2024

Antas “avisam” pesquisadores sobre contaminação humana por agrotóxicos no MS

Além de agrotóxicos como glifosato, moradores do sudeste do estado também apresentaram altos índices de metais no corpo. Antas atuaram como sentinelas

Mais de Gem Saviour

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.