Salada Verde

Ruralistas engrossam críticas às moratórias da soja e da carne

As medidas são fundamentais para controlar o desmatamento na Amazônia e viabilizar acordos comerciais planetários

Aldem Bourscheit·
1 de dezembro de 2023
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Acordo entre setor privado, sociedade civil e governo que reduziu em cerca de 80% o desmate da Amazônia para cultivo do grão, a Moratória da Soja e um acordo semelhante para a carne bovina estão na mira do agronegócio.

O dispositivo para o grão será debatido na Comissão de Agricultura do Senado, após um requerimento de seu presidente, Alan Rick (União-AC), ser aprovado na última semana. Uma data será definida pela comissão.

Enquanto isso, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso foi palco de protestos nessa segunda (27) contra as moratórias da soja e da carne. Frigoríficos assinaram termos para também não comprar bovinos de áreas desmatadas.

Na audiência, dirigentes de associações de sojicultores, de pecuaristas e de sindicatos rurais disseram que os acordos sobrepujam a legislação federal e impedem o comércio do produzido mesmo em terras legalmente desmatadas. 

O deputado Gilberto Cattani (PL) defendeu o fim de incentivos fiscais para empresas que “prejudicam o estado” atendendo às moratórias. “O segundo passo é você abrir esses mesmos incentivos a outras empresas que não participem desse conluio contra o produtor”, disse.

No encontro, ainda foi retomada uma proposta de reclamação ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), alegando que os acordos deveriam ser revogados pois seriam um mecanismo de reserva de mercado. Ou seja, estariam bloqueando o comércio para parte dos pecuaristas.

Exportar carne, soja e outros itens cuja produção não gere desmatamento na Amazônia e outros biomas é uma das exigências de acordos comerciais em tratativas pelo Brasil, como o do Mercosul com a União Europeia. Com informações do Canal RuraleO Documento (MT).

  • Aldem Bourscheit

    Jornalista cobrindo histórias sobre Conservação da Natureza, Crimes contra a Vida Selvagem, Ciência, Comunidades Indígenas e ...

Leia também

Notícias
5 de dezembro de 2019

Investidores e empresas pedem a manutenção da moratória da soja

Em carta enviada ao presidente Jair Bolsonaro, varejistas como Tesco e Carrefour afirma que desejam continuar investindo na indústria brasileira se o acordo for mantido

Notícias
13 de novembro de 2019

Ministra da Agricultura critica moratória da soja

Em evento do agronegócio, Tereza Cristina disse que acha o tratado um absurdo. Movimentação no governo é para acabar com o acordo firmado em 2006

Notícias
10 de janeiro de 2018

Área de cultivo de soja na Amazônia quadruplicou desde 2006

Mesmo com 11 anos de moratória, área cultivada aumentou quatro vezes, passando de 1,14 milhão de hectares em 2006 para 4,48 milhões de hectares em 2017

Mais de Gem Saviour

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.